Calendário ON
Hoje é dia 2-3-4-5-6 de Dezembro de 2063. Estamos no Inverno.
Últimos assuntos
» Registro de Photoplayer
Sab Jan 27, 2018 7:29 pm por Emma Louise Brönte

» Quarto - Oliver L. Cunninghan
Qua Jan 24, 2018 2:55 pm por Oliver L. Cunninghan

» Teste de templates e assinaturas
Seg Jan 22, 2018 7:18 pm por Jason Carter

» Salão de festas
Sab Jan 20, 2018 9:37 pm por Oliver L. Cunninghan

» Salão Principal
Sab Jan 20, 2018 9:20 pm por Morgan L. Cunninghan

» Sala de Transfiguração
Sab Jan 20, 2018 8:54 pm por Samantha A. Lightwood

» Sala de Transfiguração
Sab Jan 20, 2018 8:53 pm por Samantha A. Lightwood

» Jardim
Qua Jan 17, 2018 10:03 pm por Mia Backer Appel

» Portões de Entrada
Ter Jan 16, 2018 7:33 pm por Elleanor S. Lightwood

Copa das Casas

CORVINAL
GRIFINÓRIA
LUFA-LUFA
SONSERINA
Parceiros
:: Topsites Zonkos - [Zks] ::

Gabinete do Advogado Geral da União

Ir em baixo

Gabinete do Advogado Geral da União

Mensagem por O Herdeiro em Sex Out 06, 2017 10:11 pm



Gabinete do Advogado Geral da União

Uma ampla sala com janelas grandes que iluminam todo o interior do ambiente. Uma grande mesa de carvalho com cadeiras grandes e luxuosas compõem o ambiente. Nas paredes fotografias e quadros dos membros da família do dono da sala.
Copyright ©️ 2017 All Rights Reserved for Mayu Amakura at Lotus Graphics
avatar
O Herdeiro
Admin
Admin

Postagens : 396
Data de inscrição : 03/10/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Gabinete do Advogado Geral da União

Mensagem por Malvin Bauer Aodhaigh em Sab Dez 16, 2017 3:21 am


- Ah doce Ministério da Magia, pensei entrando no elevador. Eu não deveria me sentir tão acomodado assim no MM ao considerar as circunstâncias atuais, mas não nego que aprecio muito o lugar. O motivo de estar no Ministério é simples, Magda aparentemente queria me ver, e eu queria vê-la. Talvez existisse outros momentos mais seguros, porém… Bem, veremos como vai ser.

Eu estava fazendo alguns “trabalhos” para minha mãe durante um tempo, nunca reclamei, até gostava de fazê-los por serem “diferentes”. Contudo, esses pequenos serviços me deixavam quase sem tempo para outras coisas… Não que eu ligasse, mesmo tendo preferência para algo melhor.

Assim que o elevador parou no primeiro andar, desci e caminhei pelo corredor até me encontrar com a porta do gabinete da Advogada Geral da União. Respirando fundo, bati uma vez na porta e, após alguns segundos, girei a maçaneta com uma das mãos, empurrando a madeira.

- Mãe? - questionei entrando pela porta. - Oi Magda.

Falei após ver a mulher no seu escritório.
avatar
Malvin Bauer Aodhaigh
Humanos
Humanos

Postagens : 6
Data de inscrição : 12/12/2017
Localização : Por ai

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Gabinete do Advogado Geral da União

Mensagem por Magda Bauer Aodhaigh em Seg Dez 18, 2017 7:54 pm


Familia.





 
Números do antigo e grande elevador do ministério diminuíam vagarosamente, enquanto Madga os observava com olhos serenos e sem muita preocupação. Desde o seu primeiro dia de trabalho ali no Ministério, a mulher havia aprendido que pontualidade era um dos pontos chaves naquele cargo, e devido àquilo havia perdido grandes momentos com sua família. Quando a contagem finalmente chegou ao número um, o elevador parou com um suave baque e abriu suas portas anunciando que enfim Magda havia chegado ao primeiro nível do ministério. Magda na maioria das vezes chega antes de qualquer funcionário, mas naquele dia em questão optou por estar ali mais tarde que o habitual, o motivo era estar com a filha mais nova, apesar de ter perdido um bom tempo nas vidas dos filhos, a bruxa procurava umas formas de compensa-los por tudo que perdeu uma tarefa difícil principalmente para os filhos do meio. Chegar sempre cedo fazia com que a funcionária caminhasse por aqueles estreitos corredores sempre em total solidão, mas hoje o ambiente já estava cheio, e assim que  começou a fazer o percurso até a sua sala observou os funcionários cochicharem algo a seu respeito, alguns cumprimentaram por receio, outros tentavam apenas serem simpáticos, já Magda não nutria qualquer tipo de sentimentos por seus colegas de trabalho, apenas caminhou silenciosamente até sua sala e quando chegou lá bateu a porta sem ao menos olhar para trás.

A única coisa que se ouvia era o barulho do salto de seus sapatos batendo no piso de madeira. A mulher não podia negar que havia se acostumado, e até começara a gostar, daquela repetitiva sinfonia, pois representava um dos poucos momentos de calmaria que teria dentro daquele ambiente. Após depositar sua bolsa em seu cabideiro caminhou até a janela que a essa altura estava enfeitiçada para parecer um brilhante dia, fechando as cortinas o ambiente ficará sombrio sendo iluminado apenas pela luz que vinha de sua mesa. Magda avaliou um monte de pastas que estavam em cima de sua mesa, tentando classificar o grau de importância de cada uma, até bater os olhos em uma em especifico que vinha lhe perturbando há bastante tempo, pois continha o nome de seus filhos na capa, precisava conversar com o marido sobre aquilo,. Mas ainda não tinha arrumado tempo para tal, às coisas estavam difíceis em casa.

Aquele seu momento foi rapidamente quebrado quando a advogada ouviu a barulhenta porta de sua sala se abrir. Rapidamente ela fechou a pasta e analisou quem estava chegando, torcendo para não serem mais complicações até que a porta se abriu por completo revelando a forma de um rapaz, um rosto que Magda conhecia muito bem. Malvin, um de seus filhos mais velhos, e o que mais compreendia a mãe, ou talvez só odiasse menos que os outros filhos – Malvin. Levantou de sua cadeira enquanto fazia um giro ao redor de sua imensa mesa caminhando em direção ao filho. – Que bom que está aqui. Disse enquanto analisava o filho de cima a baixo, A bruxa não tinha ou teve nenhum tipo de contato mais sentimental com nenhuma das crianças, ela era apenas o que podia ser beijos, abraços não fazia parte da sua conduta, então apenas sorriu, era o melhor que podia fazer.  – Como vai querido? Sorriu mais uma vez e dessa vez pousou a mão direita sobre o ombro esquerdo do filho. – Eu realmente precisava conversar com você, sente-se, por favor. Disse apontando para o imenso sofá de couro preto.

Magda olhava as feições do filho, ele mais que os outros lembravam a bruxa, talvez seja porque fisicamente era o que mais se parecia com a mãe, Malvin havia sido o primeiro e mais esperado filho homem de Magda, ela desejou desde a adolescência ter um filho homem e quando descobriu a gravidez fora o momento mais feliz de sua vida, o que ela não contaria era que logo após o nascimento de seu filho o pai de Magda falecerá deixando as loucuras e as complicações em sua mão, fazendo com que Magda se afastasse de sua família, em um caminho sem volta. – Antes de qualquer coisa, quero saber por que andou tanto tempo sumido, seu pai andou me questionando, e você sabe que não consigo omitir as coisas dele na maior parte das vezes, ainda mais quando se trata de vocês.




INTERAÇÃO RESTRITA EM CONJUNTO DE MALVIN



_________________

Magda
avatar
Magda Bauer Aodhaigh
Ministério da Magia
Ministério da Magia

Postagens : 5
Data de inscrição : 23/11/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Gabinete do Advogado Geral da União

Mensagem por Malvin Bauer Aodhaigh em Ter Dez 19, 2017 5:37 pm


Sem abraços ou beijos, apenas um simples sorriso, como sempre. Creio que seria mais espantoso se houvesse alguma dessas reações carinhosas por parte da Magda. Talvez uma coisa curiosa seria eu continuar mantendo uma “relação próxima” com minha mãe mesmo sem todo esse afeto, diferente de meus irmãos. Muitos deles não nutrem essa relação, talvez nem gostem da mulher, com uma certa razão. Contudo, minha opinião sobre advogada é complicada… Eu sei muito bem o porquê de estar ao lado dela, mas talvez um pouco deste fato é a família, assim como estou com meu pai e irmãos.

- Bem… E a senhora? - questionei em seguida enquanto me sentava no sofá de couro.

O comentário dela sobre querer conversar comigo me deixa um pouco preocupado. Tudo bem, eu também quero conversar com ela, mas sabe o pressentimento de que tem algo ruim? Então… Acho Murïel saberia explicar isso. Por fim ela falou sobre papai estar preocupado, o que já era de se esperar.

- A ideia não era demorar tanto… - suspirei. - Eu… Fui muito distante do Reino Unido. Suspeitei que ficariam ainda mais preocupados caso eu enviasse uma coruja, principalmente o papai. Mas no fim das contas, não valeu a pena.

Foi uma merda ter levado tanto tempo e não ter feito nenhuma diferença. De fato queria ter enviado alguma carta, ao menos para dar notícias ou motivos do sumiço, mas fiquei com medo. Não queria lamentar tanto, mas fazer o quê.

- Se quiser eu falo com ele e com os outros sobre isso - meus olhos se voltaram para o rosto de Magda. - Era tudo que queria conversar ou tem mais alguma coisa?
avatar
Malvin Bauer Aodhaigh
Humanos
Humanos

Postagens : 6
Data de inscrição : 12/12/2017
Localização : Por ai

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Gabinete do Advogado Geral da União

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum