Calendário ON
Hoje é dia 2-3-4-5-6 de Dezembro de 2063. Estamos no Inverno.
Últimos assuntos
» Quarto - Oliver L. Cunninghan
Hoje à(s) 10:40 am por Mia Backer Appel

» Teste de templates e assinaturas
Ontem à(s) 7:18 pm por Jason Carter

» Salão de festas
Sab Jan 20, 2018 9:37 pm por Oliver L. Cunninghan

» Salão Principal
Sab Jan 20, 2018 9:20 pm por Morgan L. Cunninghan

» Sala de Transfiguração
Sab Jan 20, 2018 8:54 pm por Samantha A. Lightwood

» Sala de Transfiguração
Sab Jan 20, 2018 8:53 pm por Samantha A. Lightwood

» Jardim
Qua Jan 17, 2018 10:03 pm por Mia Backer Appel

» Portões de Entrada
Ter Jan 16, 2018 7:33 pm por Elleanor S. Lightwood

» Registro de Photoplayer
Ter Jan 16, 2018 6:37 pm por Salazar Tangreen

Copa das Casas

CORVINAL
GRIFINÓRIA
LUFA-LUFA
SONSERINA
Parceiros
:: Topsites Zonkos - [Zks] ::

Salão Comunal da Lufa-Lufa

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Salão Comunal da Lufa-Lufa

Mensagem por O Herdeiro em Dom Out 08, 2017 6:31 pm



Salão Comunal

"Quem sabe é na Lufa-Lufa que você vai morar,
Onde seus moradores são justos e leais
Pacientes, sinceros, sem medo da dor;..."

Ao chegar no subsolo do castelo, no corredor das cozinhas e a entrada fica escondida em uma pilha de barris localizada em um canto da ala direita do corredor, quando pressionado o barril o barril selecionado, uma passagem secreta se abre levando à um pequeno túnel que da no salão comunal da Lufa-Lufa. O salão comunal da Lufa-Lufa fica localizado no mesmo corredor das cozinhas, fica oculto por uma pilha de barris localizada em um canto da ala direita do corredor. É parecido com um porão, com uma decoração bem distinta das masmorras, mesmo estando próximos. É um lugar muito aconchegante e agradável, com tapeçarias amarelas, sofás e poltronas estofadas em preto e amarelo, pequenos túneis subterrâneos que levam aos dormitórios, os quais possuem portas redondas como tampas de barris. O salão é redonda e tem o teto rebaixado, parece estar sempre ensolarada e suas janelas circulares têm vista para um gramado que durante a primavera se enche de dentes-de-leão.
Copyright ©️ 2017 All Rights Reserved for Mayu Amakura at Lotus Graphics
avatar
O Herdeiro
Admin
Admin

Postagens : 396
Data de inscrição : 03/10/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Salão Comunal da Lufa-Lufa

Mensagem por Mia Backer Appel em Ter Dez 26, 2017 7:24 am


>> Hufflepuff Pride<<

Quiet
Eu praticamente me joguei em um sofá, deixei Pipoca no dormitório, onde ele dormiu em cima do meu travesseiro, aconchegado na minha mochila cheias de livros didáticos, e, com o Livro da Alice nas mãos, segui meu caminho pelo túnel que levava ao Salão Comunal. O dia fora desgastante, com as aulas, a declaração de Junger e a conversa com o Oliver... Eu estava completamente exausta, física e emocionalmente.

O peso da culpa fez-me afundar no sofá. Eu estava apaixonada pelo namorado de uma das minhas únicas amigas. Como eu pude deixar isso acontecer? Por que tinha que ser assim? Meneei a cabeça e passei a mão no rosto, tentando tirar isso da cabeça. Abri o livro no meu colo e, antes que pudesse começar a lê-lo de onde parei, deixei a contracapa aberta, na inscrição da minha mãe.

”Minha pequena Alice, espero que encontre muitas aventuras nesse mundo novo, muitos amigos com quem compartilha-las e alguns inimigos, para poder salvar-se. Não importa o que escolha, seu mundo ou meu mundo; os Sowsfield ou os Appel, você será sempre minha Mia e minha princesa. De sua querida mãe, Agnes Backer.”

Sorri, limpando a lágrima teimosa que rolou pelos meus olhos. Eu a amava. Agnes... Minha mãe me ensinou tudo o que eu sabia — exceto tocar piano.

Quando ela me viu tocar a primeira vez, aquela música tão infantil, boba, mas uma melodia tão agradável, lembro-me de ver seu sorriso iluminar a face. Ela limpava o chão da escola na qual eu estudei por um tempo curto, vi o piano na sala de música e... Simplesmente comecei a tocar.

Conhecia as teclas, era como se elas falassem comigo. Eu não tocava tão bem naquela época, mas sabia tocar aquela música, tão bonita, mas tão simples e sem muitos arranjos. Era uma das únicas coisas bonitas que me lembrava da minha vida passada. O resto estava tudo queimado por fogo. Eram chamas amarelas alaranjadas ou sons de gritos que perturbavam meus sonhos.

Lembro-me  de acordar muitas vezes, durante várias noites, gritando pela minha mãe. A imagem da mulher queimando, tossindo, gritando... O som de gritos infantis... Foram as únicas coisas que haviam ficado marcadas em minha mente. O terrível incêndio que acabara com a escolinha em que eu estudava. No entanto, aquela recordação, aquela música, era a única coisa que me fazia ficar mais calma... A única coisa que me fazia dormir.

Limpei uma quarta lágrima que decidiu escorrer pelo meu rosto e abri o livro na página marcada com uma fita, recomeçando minha releitura. Quando a minha pequena Alice começava a tomar o chá com a Lebre de Março, o Chapeleiro Maluco e Arganaz.

_________________


credits for Mia
Mia Backer Appel
avatar
Mia Backer Appel
Lufa-Lufa
Lufa-Lufa

Postagens : 58
Data de inscrição : 05/11/2017
Idade : 18
Localização : Em algum lugar da Holanda, talvez?

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Salão Comunal da Lufa-Lufa

Mensagem por Jane Blackwood em Ter Dez 26, 2017 1:23 pm

por um tempo eu andei pelo castelo, não sabia para onde ir, eu queria conversar, precisava de um abraço, um cafuné, mas a única pessoa ali que eu confiava dessa forma era o motivo de eu precisar de consolo.
Depois de quase uma hora decidi que era hora de voltar para a comunal, Oliver sempre dissera para eu enfrentar meus fantasmas, era isso que eu faria, os enfrentaria.
Ao entrar vi a ruiva sentada de costas para a porta, obviamente que eu iria encontrá-la logo de cara, o destino fazia essas coisas, fechei a porta atrás de mim e passei reto por ela, subindo as escadas com passos pesados e firmes, indo direto até o dormitório.
Ali chegando puxei uma caixa de baixo da minha cama, onde eu costumava guardar aluns itens pessoais, e onde eu havia guardado o presente de natal que havia comprado para a minha amiga.
Peguei o embrulho dourado impecável de dentro da caixa e fui novamente na direção do salão, caminhando até ela com o rosto sério, sabendo que meus olhos provavelmente ainda estariam vermelhos.
Me sentei na mesinha de centro a sua frente, ela me olhava confusa quando estendi o embrulho, dizendo:
"Eu comprei pra você de natal, eu sempre vi você lendo o mesmo livro, achei que ia gostar da continuação…"
Ela olhou o embrulho, estava fechado delicadamente, dentro ela encontraria um cartão simples sem adornos ou mensagens, o livro, Alice através do espelho, era feito em material delicado e polido, em uma capa de couro curtido com o entalhe na mesma feito a mão, uma as bordas das capas tinham pregas douradas e delicadas que cintilavam, e eu havia me apaixonado por aquele livro assim que vi, e obviamente pensado nela.
Eu prometi pra mim mesma que não choraria na frente dela, então forcei o bolo na minha garganta a descer, mas sem impedir que uma lágrima escorresse para o rosto, a qual limpei rapidamente, de cabeça baixa, esperando-a abrir o pacote.

dedicatória do livro:

Toda boa história tem uma continuação,
espero que nossa amizade ainda tenha continuação por anos a fio,
obrigada por ser meu porto seguro!
Jane Blackwood
Merely the sound of your voice made me believe that, that you were her just like the river disturbs my inner peace. Once I believed I could find just a trace of her beloved soul, once I believed she was all then she smothered my beliefs.




_________________

Lufa-Lufa -

Jane
credits Killjoy Girl
avatar
Jane Blackwood

Postagens : 12
Data de inscrição : 10/12/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Salão Comunal da Lufa-Lufa

Mensagem por Mia Backer Appel em Ter Dez 26, 2017 2:18 pm


>> Hufflepuff Pride<<

Guilty
Pelo canto do olho vi Jane se aproximar, sentando na mesinha de centro com um embrulho dourado na frente. Eu a olhei confusa quando ela me estendeu o embrulho e me senti estranha ao receber um presente tão inesperado. Tombei um pouco a cabeça para o lado, fechando o livro em meu colo, marcando a página com a mesma fita vermelha desgastada — Alice estava chegando perto do castelo da rainha de Copas, e na minha parte favorita: o tribunal sem sentido.

Olhei de Jane para o presente, abrindo o embrulho com cuidado, começando pela fita adesiva, colocada com cuidado, tentando o máximo possível não rasgar o embrulho. Eu suspirei quando vi o livro — a continuação daquele que eu lia a todo o momento. A culpa ainda fazia meu corpo afundar no sofá aconchegante e não conseguia olhar para ela, mas eu tive que fazê-lo e o que vi fez meu coração se apertou em uma bolinha.

Ela estava de cabeça baixa, os olhos vermelhos e o rosto marcado pelas lágrimas. Fechei os olhos e umedeci os lábios, respirando fundo, pressentindo a conversa que viria. Apoiei o livro novo sobre a capa do velho — ambos com meu nome escrito, ambos com uma história tão significativa pra mim — e ajeitei-me no sofá, abaixando os pés para tocarem o chão.

— Eu sinto muito. — disse, em pouco mais que um sussurro, olhando-a, mexendo na presilha dourada do livro novo, arranhando-o levemente com a unha.

_________________


credits for Mia
Mia Backer Appel
avatar
Mia Backer Appel
Lufa-Lufa
Lufa-Lufa

Postagens : 58
Data de inscrição : 05/11/2017
Idade : 18
Localização : Em algum lugar da Holanda, talvez?

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Salão Comunal da Lufa-Lufa

Mensagem por Jane Blackwood em Ter Dez 26, 2017 2:32 pm

O nó na minha garganta ficava ainda mais pesado e dificil de segurar, eu não sabia se conseguiria erguer a cabeça e olhá-la, minhas mãos seguravam firmemente a lateral da mesa de centro onde eu estava sentada, apertando-a com força, os nós dos dedos brancos, meu coração não estava acelerado ou pesado, ele estava partido.
Obriguei o ar a entrar em seus pulmões, sentindo-o queimar em minha garganta, eu queria gritar, esbravejar, perguntar o porque, mas nada daquilo teria utilidade além de me magoar ainda mais, eu sabia o motivo, eu soube no dia da livraria, mas não queria admitir pra mim mesma que aquilo era real.
Desviei meu olhar para a lareira, finalmente soltando a lateral da mesa de centro e esfregando meus olhos quase de forma infantil, aquilo tudo ainda era muito surreal para mim e eu não sabia o motivo de acontecer, eu sempre precisava me lembrar de que tinha quinze anos e tentar agir de acordo, não madura de mais como eu sempre fazia.
Olhando o fogo que crepitava de forma preguiçosa eu tentei encontrar o que dizer, mas não tinha palavras, minha amiga havia beijado o meu namorado, e sentia uma pequena faísca de raiva por eles combinarem juntos muito mais do que eu e ele, nunca fomos um casal, Oliver parecia mais um guarda-costas enciumado do que um namorado, mas só imaginar os dois juntos já os fazia parecer um casal.
“Ele me contou hoje, na biblioteca...”
Balancei a cabeça e pensei em olhá-la, mas não conseguiria, sabia que desabaria no momento que encarasse seus olhos tão doces e gentis que me acolheram desde o momento que cheguei a Hogwarts.
”Eu também sinto muito.”

Merely the sound of your voice made me believe that, that you were her just like the river disturbs my inner peace. Once I believed I could find just a trace of her beloved soul, once I believed she was all then she smothered my beliefs.




_________________

Lufa-Lufa -

Jane
credits Killjoy Girl
avatar
Jane Blackwood

Postagens : 12
Data de inscrição : 10/12/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Salão Comunal da Lufa-Lufa

Mensagem por Mia Backer Appel em Ter Dez 26, 2017 9:27 pm


>> Hufflepuff Pride<<

Guilty
Olhá-la me deixou agoniada, queria abraça-la, apertá-la contra o meu peito e dizer que não era minha intenção magoá-la. Eu nunca quis... Fechei os olhos, abaixando a cabeça resignada. Não podia dizer o quanto sentia muito, o quanto eu quis  evitar isso... Umedeci os lábios e abri os olhos.

Eu suspirei e me aproximei, colocando-me na ponta do sofá, deixando os livros ao meu lado no sofá e coloquei as mãos nos joelhos, apertando meus dedos.

— Jane... Eu não... Eu sei que... Desculpa. — disse, abaixando a cabeça, olhando para meus dedos.

Eu não sabia exatamente o que dizer, eu só sabia que queria sentar-me ao seu lado e puxa-la para mim, mas eu sabia que não podia fazer isso. Machucaria-a ainda mais, e eu realmente não queria isso. Respirei fundo, deixando minha cabeça baixa, olhando para o tecido acinzentado da minha saia de pregas, alisando o tecido com os dedos, vermelhos por tê-los apertado com tanta força.

_________________


credits for Mia
Mia Backer Appel
avatar
Mia Backer Appel
Lufa-Lufa
Lufa-Lufa

Postagens : 58
Data de inscrição : 05/11/2017
Idade : 18
Localização : Em algum lugar da Holanda, talvez?

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Salão Comunal da Lufa-Lufa

Mensagem por Jane Blackwood em Ter Dez 26, 2017 10:13 pm

Fechei os olhos ao ouvir sua voz, apoiei meus pés na mesa onde me sentava e abracei os joelhos, sabendo que não conseguiria mais segurar aquele nó na garganta, então escondi meu rosto, formando uma bolinha encolhida e me deixei desabar.
Eu esqueci que ela estava ali, na verdade só queria esquecer, então ignorei, deixando as lágrimas escaparem livremente, sentindo meu corpo estremecer a cada soluço que deixava escapar, fiquei naquela posição até o ar começar a faltar, eu não sabia se foram minutos ou segundos, só fiquei ali até ter que erguer a cabeça, então a ergui, determinada de que aquelas seriam as últimas lágrimas derramadas por aquela situação.
Respirei fundo, passei as mãos pelo rosto molhado, balancei brevemente a cabeça e me recompus, eu era uma Blackwood, por mais que John tentasse suprimir isso me controlando e me domando, eu sempre seria uma Blackwood, coisa que as vezes minha mãe tentava me lembrar, eu precisava ser forte como o meu pai era, como meus tios eram, precisava ser mais firme.
Decidida, eu me levantei, passei as mãos pelo cabelo loiro e o ajeitei, eu não deixaria a maldição me dominar hoje, não deixaria a minha ira se sobressair, na verdade, a situação inteira nem tinha a despertado, então não era tão ruim assim, as vezes se lembrava da prima dizendo a ela em um tom quase casual, “Se você conseguir que o seu pecado não venha a tona, você o domina, se ele vier, ninguém pode controlá-lo, muito menos você”, então podia supor que eles tinham sorte, não podia contar que seu pecado era tão inofensivo quando o do pai.
– Sabe Mia, espero que vocês sejam felizes, de verdade, aquele cara tem um vazio que não sei se pode ser preenchido, mas você pode tentar.
Apesar de parecer uma frase prepotente, eu estava sendo sincera, eu realmente desejava que eles fossem felizes, quando a mim? Eu tinha quinze anos, ainda teria um grande caminho a trilhar.
Como um passe de mágica eu me senti melhor, me senti nova, as vezes minha mãe dizia que um pequeno momento era o suficiente pra inibir a maldição e fazer com que ela consumisse os sentimentos ruins em vez de se alimentar dos momentos bons, as vezes eu achava besteira, mas o Oliver sempre dizia que ela tinha convivido tempo de mais com a maldição pra não saber o que estava dizendo.
Me sentei no sofá ao lado de Mia, a olhando de forma interrogativa, me perguntando o quanto ela saberia sobre a maldição, o quanto o Ollie poderia ter dito a ela a respeito, mas julgando pela aparente surpresa sem eu olhar pela minha brusca mudança se comportamento, ela não sabia de nada.
– Você é mais velha do que eu, mas eu venho de uma longa linhagem de gente que passou por maus bocados, eu vou ficar bem, mas se quer um conselho de uma garota que teve que crescer rápido de mais, vá atrás dele, Oliver tende a ficar instável quando está confuso, e instabilidade para um Cunninghan nunca é algo bom, não tanto quanto pros SB, mas ainda é ruim, então vá!

Merely the sound of your voice made me believe that, that you were her just like the river disturbs my inner peace. Once I believed I could find just a trace of her beloved soul, once I believed she was all then she smothered my beliefs.




_________________

Lufa-Lufa -

Jane
credits Killjoy Girl
avatar
Jane Blackwood

Postagens : 12
Data de inscrição : 10/12/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Salão Comunal da Lufa-Lufa

Mensagem por Mia Backer Appel em Ter Dez 26, 2017 11:02 pm


>> Hufflepuff Pride<<

Guilty
Jane demorou um tanto para responder e, enquanto isso, continuei a mexer na capa do livro novo, abrindo para olhar a contracapa. A dedicatória que ela havia feito estava ali, à pena, uma dedicatória bonita, escrita a punho, como a que minha mãe havia escrito. Respirei fundo por algum tempo e deixei a loira se acalmar até ela levantar a cabeça, encarando-me com uma determinação mais renovada.

Tombei a cabeça um pouco para o lado quando ela falou de Oliver e com certeza sabia disso. Nele havia um vazio que não seria preenchido facilmente e, tampouco, procurava preenche-lo. Só queria arranjar o meu próprio cantinho em teu coração, como ele havia arranjado no meu.

Franzi o cenho, olhando para a garota que acabou por sentar ao meu lado no sofá. Senti-me orgulhosa por vê-la assim. Ela realmente era uma adulta com cara de adolescente. Sorri  brevemente com a sugestão da menina, a verdade é que Oliver havia aprontado mais cedo, naquele dia e eu realmente não queria falar com ele por ora. Talvez amanhã.

Então peguei a mão de Jane, virando-me e dobrando uma perna para encará-la ao meu lado. Vi-a fazer o mesmo e, então a abracei, apertando-a contra mim e disse:

─ Jane, obrigada por não ficar chateada. E me desculpa... Eu não queria que fosse desse jeito, realmente... ─ disse enquanto eu a abraçava, então respirei fundo e a afastei, sorrindo um pouco triste. ─ Mas, talvez eu não vá atrás dele tão cedo. Ele aprontou hoje... Não to afim de falar com ele...

Respirei fundo e fechei os olhos por alguns instantes, antes de sorrir de lado e morder o lábio, rindo baixo.

─ Apesar de ele ter aprontado hoje, você não sabe o que aconteceu. ─ disse e lhe contei sobre Junger, fazendo-a rir com as minhas interjeições de como eu pensei que tinha ficado.

E ficamos ali até dar a hora em que eu faria a ronda, e ela teve que ir ao dormitório. Eu suspirei e segui pelos corredores do castelo.

[Off com Jane Blackwood]

_________________


credits for Mia
Mia Backer Appel
avatar
Mia Backer Appel
Lufa-Lufa
Lufa-Lufa

Postagens : 58
Data de inscrição : 05/11/2017
Idade : 18
Localização : Em algum lugar da Holanda, talvez?

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Salão Comunal da Lufa-Lufa

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum