Parceiros
XXXX
0 de 5
Créditos
» Skin obtenido de Captain Knows Best creado por Neeve, gracias a los aportes y tutoriales de Hardrock, Glintz y Asistencia Foroactivo.
» Trama e sistemas desenvolvidos pela Staff do The Revival RPG, única e exclusivamente para este RPG; » Gráficos e modificações na skin feitas por Anwynn. As imagens utilizadas vieram de sites como Google, Pinterest, Pottermore e Tumblr, sem fins lucrativos.
XXXX
0 de 9
XXXX
0 de 33
Últimos assuntos
» Matrícula Escolar
Seg Set 10, 2018 10:58 pm por Aylena Chamberlain

» Mudança de Nome
Sex Set 07, 2018 9:49 am por Björn Skylstad-Asknes

» Registro de Photoplayer
Seg Set 03, 2018 4:03 pm por Cheryl Bou’r Hadderwick

» Promoção de Reabertura!
Dom Set 02, 2018 11:41 pm por Morgan L. Cunninghan

» Teste de templates e assinaturas
Sex Ago 31, 2018 10:17 pm por Octávio Villanova

» Três Vassouras
Sex Ago 31, 2018 10:33 am por Manon A. Sowsfield

» Sala de estar
Qua Ago 29, 2018 10:10 pm por Gallathea C. Sowsfield

» Dúvidas? Criticas? Sugestões?
Dom Ago 26, 2018 6:11 pm por O Herdeiro

» Madame Malkin
Qua Ago 22, 2018 11:11 am por Robert S. Winchester

» Empório das Corujas
Qua Ago 22, 2018 10:57 am por Robert S. Winchester

Estatísticas
Temos 241 usuários registrados
O último usuário registrado atende pelo nome de Isaac E. Pangborn

Os nossos membros postaram um total de 761 mensagens em 349 assuntos

Saguão de Entrada

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Saguão de Entrada

Mensagem por O Herdeiro em Seg Out 09, 2017 11:41 pm



Saguão de Entrada

O saguão de entrada do banco de Gringotes é imponente como seu exterior. O piso de mármore se torna ainda mais impressionante em conjunto á grande porta de ouro assim como suas largas janelas. Nas laterais diversos guichês ocupados por duendes recepcionam os visitantes.

Modelo de retirada para alunos:

Código:
[b]Nome do aluno / criança:[/b]
[b]Nome do responsável:[/b]
[b]Cofre do qual irá realizar a retirada:[/b]
[b]Valor:[/b]

Solicitação de Salário:

Código:
[b]Nome do funcionário:[/b]
[b]Cargo:[/b]
[b]Mês de referência:[/b]
[b]Post:[/b]

Solicitação de 100% para proprietários das lojas :

Código:
[b]Nome do Proprietário :[/b]
[b]Loja:[/b]
[b]Mês de referência:[/b]
[b] Valores e nomes dos clientes(link):
Por em Spoiler
[/b]

Retirada paras as compras de Hogwarts:
Valores: G$ 400,
Aluno
Casa

[Antes de postar qualquer ação comercial nos cofres é necessário postar no hall de entrada. A solicitação de dinheiro realizada pelos alunos para compra de materiais e a solicitação de salários também devem ser realizadas nesse local.]
Copyright ©️ 2017 All Rights Reserved for Mayu Amakura at Lotus Graphics
avatar
Postagens :
368

Data de inscrição :
03/10/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Saguão de Entrada

Mensagem por James Skriver Oakheart em Qua Nov 08, 2017 2:45 pm

Cash
Não fosse o gorro, quebrando o aspecto formal de James e tornando-o mais próximo do adolescente que era, quase poderia equiparar-se com um jovem estagiário do ministério da magia. A imagem soando-lhe como um verdadeiro horror, mas James não podia fazer nada: Era movido a impulsos e, ao acordar naquela manhã tempestuosa de 8 de agosto de 2063, havia concordado consigo mesmo que vestir um terno seria uma ótima ideia.

Agora que já estava no Beco Diagonal, com o corpo mantendo-se seco graças à magnifica feitiçaria materna, ele duvidava de suas razões, mas já era tarde demais para voltar e se trocar. Era aquele ditado trouxa, não é? Quem estava na chuva era para se molhar.

Adentrou a grande construção pálida, quase envolta de nuvens e, retirando o gorro, sacudiu os cabelos. A ação foi mais hábito de qualquer coisa, visto que o feitiço o manteria seco por mais seis horas, se bem executado. Retomando a compostura, erguendo o nariz altivo, com a segurança de um bem-nascido e rumou até o caixa mais próximo. O verão, somado a tempestade furiosa, havia feito um bem: Sem filas.

Do bolso retirou uma chave pequenina, dourada, que entregou na mão do duende. "Bom dia." cumprimentou, embora retórico, visto que a falta de retribuição ao contato visual lhe incomodava. "Preciso de G$400, do cofre de Lyra Skriver." Ainda menor de idade, James gozava da chave graças apenas a confiança que a mãe lhe depositava. "Não me incomodo de aguardar aqui." acrescentou, irônico, assim que a criatura ergueu-se de sua cadeira e, sem uma única palavra, sumiu por dentre uma das portas.

(OFF: Posts restritos entre James Skriver Oakheart e Mia Backer Appel)

Retirada:
Alunos de Hogwarts G$400
James Skriver Oakheart; Grifinória.
©️ rufo from tpo

_________________

James Oakheart
Gryffindor | Skriver | Quidditch
avatar
Postagens :
7

Data de inscrição :
06/11/2017

Idade :
18

Localização :
Londres, Inglaterra

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Saguão de Entrada

Mensagem por Mia Backer Appel em Qua Nov 08, 2017 3:36 pm


>> Gringotts Bank <<

Cash Withdrawal
Respirei fundo enquanto batia a sombrinha fora do prédio do Gringotes, para tirar o excesso da água que caía sobre minha cabeça. A chuva começara quando eu estava a caminho de Londres, pingos pesados batiam na lona do guarda-chuva e escorriam para o chão. Ainda bem que o levava sempre comigo na bolsa enfeitiçada, afinal, em Londres, nunca se sabe quando vai chover ou não.

Fechei o guarda-chuva e o guardei na bolsa a tiracolo enquanto atravessava a sala com piso de mármore e guichês nas laterais, os duendes nestes não olhavam para cima enquanto eu passava, e — o que era melhor — não havia filas. Somente um garoto solitário estava do outro lado dos guichês, as mãos nos bolsos da calça e um gorro na cabeça. Aquele era James? Franzi o cenho e forcei a vista para ver se enxergava-o melhor. Nunca havia o visto tão arrumado.

Um sorriso leve e maroto se abriu em meus lábios e meus passos se tornaram quase que um saltito. Aproximei-me o mais silenciosamente que pude e disse, com um sussurro, em seu ouvido:

— Bu. — minha voz ecoou pouco pelo salão pouco povoado, e quando ele se virou, sobressaltado, e me viu eu sorri mais e o abracei apertado — Oi, filhote. — disse, animada.

O duende que o atendia voltou com uma sacolinha cheia de moedas — quanto tempo demorei para chegar? — e peguei um punhado de notas de libras — dinheiro trouxa — e o coloquei sobre o guichê quando o dinheiro de James foi entregue. O duende me olhou cheio de um desprezo perceptível e eu sorri, simpática, piscando os olhos um par de vezes antes de dizer, no tom mais cordial que conseguia:

— Quero trocar essas libras por quatrocentos galeões, por favor.

Vi o peito do duende subir e descer em uma respiração profunda e ele pegou o punhado de notas, analisando-as e contando-as com lentidão enquanto me virava para olha para James com uma sobrancelha arqueada, olhando-o de cima abaixo e analisando suas roupas, nada típicas.

— Que roupa é essa? — perguntei e sorri com o pensamento — Você parece um estagiário de uma advocacia.

Retirada:
Valores: G$ 400;
Mia Backer Appel; Lufa-Lufa

(OFF: Posts restritos entre James Skriver Oakheart e Mia Backer Appel)

_________________


credits for Mia
Mia Backer Appel
avatar
Postagens :
30

Data de inscrição :
05/11/2017

Idade :
19

Localização :
Em algum lugar da Holanda, talvez?

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Saguão de Entrada

Mensagem por James Skriver Oakheart em Sex Nov 10, 2017 7:50 pm

Cash
James girou sobre os próprios pés para se deparar frente a sua lufana preferida. “Mia!” cumprimentou, estendendo os braços para receber o cumprimento animado da ruiva. “Demorou tanto que achei que teria que enfrentá-los sozinho.” brincou, a voz não passando de um murmúrio para o duende que retornava com as moedas douradas em um discreto. Assim que a criatura chegou próximo de si, no entanto, o sorriso tornou-se imperceptível inconscientemente: "Obrigado." garantiu, inexpressivo e com altivez que faria orgulho do pai.

Voltou sua atenção para Appel, fazendo um gesto dramático de encenação "Pode admitir, estou um arraso." manifestou-se, deslizando as mãos pela camisa de botões branca "Encontrei no meu roupeiro, achei que seria uma boa. Não acha que o dia esta propício para uma boa volta de terno?" gracejou, movendo os olhos para o duende que finalmente terminara a conversão. "Ótimo. Vamos para a Floreios antes que o tempo piore."

(OFF: Posts restritos entre James Skriver Oakheart e Mia Backer Appel)
(Encerrados)
©️ rufo from tpo

_________________

James Oakheart
Gryffindor | Skriver | Quidditch
avatar
Postagens :
7

Data de inscrição :
06/11/2017

Idade :
18

Localização :
Londres, Inglaterra

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Saguão de Entrada

Mensagem por Astrid Lightwood em Sab Nov 11, 2017 6:46 pm

Ser membro novo de uma nova família nunca era fácil e antes de começar meu terceiro ano em Hogwarts eu havia entrado para uma nova família : os Lightwood. Não me levem a mal, eu gostava da minha nova família e gostava muito dos meus pais, mas eu ainda me sentia uma estranha na família, ou algo parecido. Chegara o dia de ir ao Beco Diagonal para eu ir fazer as compras escolares e papai insistira em ir comigo até o Beco para eu não ir sozinha. -Tudo bem, pai, vamos então para o Beco Diagonal logo.-Eu disse á papai, impaciente. Como eu ia ao Beco com papai de aparatação acompanhada, segurei a mão de papai e logo não estávamos mais na sala, pois tínhamos chegado próximo do banco Gringotes. Eu já conhecia o banco bruxo, então eu e papai não pretendíamos nos demorar muito aqui, afinal mamãe queria que chegássemos cedo em casa, para não encerrarmos as compras depois do anoitecer.-Olá, eu vim retirar quatrocentos galeões do fundo estudantil, sou Astrid Lightwood.-Eu disse para um dos duendes que trabalhava no Gringotes. O duende me olhara mal-humorado e, depois de cumprimentar meu pai, ele pediu a chave do cofre da família. Papai deu a chave e o duende assobiava, chamando outro duende que trabalhava ali no banco. O primeiro duende com quem eu e papai falamos pedira para o segundo duende ir buscar o dinheiro que eu pedira, e assim a criatura fez. Eu e papai não precisamos esperar nem vinte minutos e o duende já retornara para o saguão de entrada, segurando uma saca de papel pardo, que continha, imagino, o meu dinheiro.-Ah, obrigada.-Eu disse, agradecendo ao duende e vendo o mesmo entregar o saco com o meu dinheiro para que papai guardasse. Eu e papai agradecemos ao duende pelo atendimento, assinamos em um pergaminho de presença os nossos nomes e logo eu e papai saímos do banco Gringotes, para irmos fazer as compras escolares.

(Off)

Retirada:

Valores: G$ 400,
Aluna : Astrid Lightwood
Casa : Grifinória
>>Zöe<<

_________________


Astrid Lightwood
Ast | Lightwood Family | Daughter of Victoria and Anthony | Gryffindor Pride |3rd year | Brave
@MDD
avatar
Postagens :
9

Data de inscrição :
01/11/2017

Localização :
Hogwarts/Residência dos L.ightwood

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Saguão de Entrada

Mensagem por Giulia Buonarroti em Qui Dez 07, 2017 11:56 am



Conhecia o velho beco como a palma da mão direita e aproveitou-se da viagem de Elise ao Profeta Diário para dar início as compras escolares. Giulia aprendeu aos poucos que toda espécie de coisa que sua mãe fazia para ela, teria que ser feita pela pequena, como os waffles repletos de chantilly e frutas, ou a escovar os dentes antes de dormir sem ninguém mandar, até mesmo retirar dinheiro do cofre Buonarroti em Gringotes.—Gostaria de retirar 400 galeões do cofre Buonarroti, aqui está a chave.— Anunciou antes mesmo que o duende dissesse uma palavra, ele pareceu satisfeito em não ter se relacionar com o filhote de humano. Ela bateu os dedos no balcão de forma ritmada na espera e ergueu as sobrancelhas ao receber um saco de couro com muitas moedas dentro. —Obrigada— Agradeceu já correndo para fora, com uma enorme lista em mãos e um desejo de gastar tudo aquilo com os maravilhosos doces da Dedos de Mel.

Retirada:
Valores: G$ 400.
Giulia Buonarroti, Lufa lufa.



_________________






Giulia
Buonarroti
avatar
Postagens :
6

Data de inscrição :
11/10/2017

Idade :
13

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Saguão de Entrada

Mensagem por Amarilys Lohys Cunninghan em Qui Dez 07, 2017 12:20 pm

Compras


O silêncio reinava na casa dos Cunninghan. Os corredores estavam estranhamente vazios e papai como sempre estava em um canto se atualizando sobre as coisas que aconteciam no mundo real, do qual, há anos ele já não participava. Cheguei a suspirar. Era algo raro ele ler algo como o Profeta Diário, o que me fez questionar se isso era um bom ou mau sinal. Ollie não estava em casa e Morgan devia está dormindo, pelo menos assim esperava. Da cozinha não se ouvia barulhos, mas o cheiro insistente de chocolate deixava minha barriga em polvorosa.

Mas, antes de tudo, naquela manhã eu tinha uma missão para fazer.
Sorrateiramente passei pelos elfos entrando no quarto da Nana, pulando em cima da mesma e jogando suas cobertas de lado.
-Blueberry! É hoje! Precisamos ir as compras. - disse com brilho nos olhos e empolgação na voz.
A corvina fez alguns poucos barulhos a maioria grunhindo e desgostosa por ter sido acordada tão cedo.

Após algumas vãs reclamações, Morgan arrumou-se. Passamos pela cozinha roubamos um pedaço de torta de chocolate que só seria liberada após o almoço, mas ainda faltava muito tempo para tal.
Em seguida, utilizando pó de flu, chegamos ao beco.

O primeiro ponto de partida foi Gringotes. Aquele lugar dava uma espécie de medo. Desde pequena aprendi que os duendes embora fossem criaturas bastante inteligentes não eram confiáveis.
Me aproximei de Morgan segurando em suas vestes, enquanto a mais velha tinha todo o trabalho de comunicar o motivo de nossa vinda.

Solicitamos o dinheiro para a compra dos meus materiais e saímos dali.  
(OFF)

     
Fall to your knees, bring on the rapture Blessed be the boys time can’t capture On film or between the sheets I always fall from your window to the pitch black streets And with the black banners raised As the crooked smiles fade Former heroes who quit too late Who just wanna fill up the trophy case again and in the end i'd do it all again i guess you're my best friend Don’t you know that the kids aren't al-, kids aren’t alright? I’ll be yours When it rains it pours Stay thirsty like before Don’t you know that the kids aren't al-, kids aren’t alright?

solicitação:
Valores: G$ 400
Aluno: Amarilys Lohys Cunninghan
Casa: Grifinória

_________________



Just a young gun with a quick fuse I was uptight, wanna let loose I was dreaming of bigger things And wanna leave my own life behind


avatar
Postagens :
4

Data de inscrição :
10/10/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Saguão de Entrada

Mensagem por Dominic V. Morgenstern em Qui Dez 07, 2017 2:38 pm

Dominic nunca fora o primeiro a acordar. Exceto em dias importantes, nestes, o garoto saltava cedo da cama, incapaz de conter a empolgação e os batimentos acelerados. O dia em questão era importante para ele, tanto que às sete horas naquela mormacenta manhã ele acordou. Estava completamente bem acordado e tentou seguir a habitual rotina matinal.  Arrumar a cama, tomar banho, escovar os dentes e pentear o cabelo na esperança de que ele permanecesse alinhado.  Então, somente depois dele ter feito tudo isso se encontraria com Megan– a tia que acabava de se levantar.
Dominic vestia calças jeans, uma camiseta de mangas longas com o logo de sua banda favorita: As Esquisitonas. O cabelo estava penteado com esmero, ainda que ele soubesse que os fios castanhos secariam rapidamente e voltariam a apontar para todas as direções, exceto aquela em que fora posto.
Saltou os degraus da escada, dois a cada vez, parando apenas para observar através do antiquíssimo vitral o jardim da mansão. A brisa do verão agitava as folhas verdes e vivas, vez ou outra fazendo com que se soltassem e pousassem sobre os bancos agora vazios.  O lago, que durante o rigoroso inverno congelava-se, servindo como  passarela para as acrobacias espevitadas do menino, agora estava disposto a refrescar-lhe os pés, o que lhe pareceu uma ideia bastante convidativa. Guardou a ideia num canto criativo da mente fascinante que possuía, e continuou a descer os degraus, até a sala de refeição.  
Sem demora, estava diante da mulher que o recebeu com um sorriso amável.
_Bom dia, Dominic!– a voz cuidadosamente doce de Megan alcançou seus ouvidos quando ele alcançava um pedaço de torrada. Um beijo fora plantado entusiástico em sua bochecha e ele voltou-se para sorrir a sua tia, fazendo uma careta em seguida.
_Eca, tia.- reclamou, limpando o local que fora beijado com o dorso das mãos.
_O que faz acordado tão cedo, querido?– indagou a medibruxa, ao passar a geleia em seu pão mordiscando com suavidade a ponta melecada; o garoto,em contrapartida arqueou a sobrancelha para ela piscando diversas vezes como que perturbado com o questionamento.
_Tia Meg, nós vamos ao Beco Diagonal hoje, não se recorda? – perguntou ao encarar sua xícara com crescente incomodo, e novamente olhando para a  tia, com o cenho franzido. A mulher anuiu as sobrancelhas para o alto de sua testa piscando compulsivamente ao afastar a torrada de seus lábios.
_É claro que me recordo.-Respondeu parando de piscar em súbito e olhando ao redor, ela não havia se dado conta, era claro, do fatídico dia em que já se encontravam. Pôs nos lábios um sorriso travesso, erguendo-se da cadeira –Parte meu pobre coração ver tamanha desconfiança nestes seus olhos, rapaz.  Tudo que preciso são dez minutos. – disse ao jogar os cabelos para as costas com crescente pressa, retirando-se da mesa do café da manhã.
Observando sua tia retirar-se da sala de jantar deveras bem decorada da mansão solitária dos Lightwood, Dominic Morgenstern suspirou.  
Sentia-se como um fardo na vida atarefada de sua tia. Sabia que ela não se sentia da mesma forma- Megan fazia questão de deixar isto claro todos os dias- mas Dominic incomodava-se. E muito.
Não tinha permissão para sair de casa sem um acompanhante e, até mesmo quando ia ao mais longínquo jardim dentro do território pertencente aos galeses, sentia os olhares dos elfos e de sua tia o acompanhando.
Em partes, ele compreendia. Afinal, ter um bruxo das trevas em sua cola era algo com o que se preocupar.
Sabia que era seu pai, mas sabia também que havia sido ele que tirara a vida de sua mãe. Dominic não se lembrava de nada, de modo que seu sofrimento tenha sido reduzido à metade. Sabia apenas o que havia descoberto sorrateiramente, ouvindo conversas detrás das portas da mansão.
Em menos de dez minutos, as passadas sutis de Megan Lightwood tomaram conta dos ouvidos e atenção de Dominic.
_Estou pronta. Pensei em usarmos a rede de flú, mas se isso for, por acaso, causar-lhe enjoo creio que...
Mas Dominic a interrompeu.
_Estou bem, tia Meg. – Ele levantou-se da cadeira – Lareiras são divertidas.
Ele adorava viajar pela rede de flu, o que o fez sorrir ao aproximar-se da tia. Apanhou uma quantidade suficiente do pó esverdeado e, depois de observar a tia, jogou o elemento na lareira, pronunciou de maneira clara a localidade em que desejava ir parar e permitiu-se ser consumido pelas chamas.
A sensação de ser engoido pelo fogo esverdeado era divertida, mas aonde quer que o garoto fosse por aqueles métodos, sempre acabava caindo na mais pérfida lareira.
Desta vez, seu cabelo e seu rosto ganharam tonalidades cinzentas.
Megan riu da situação do sobrinho e ajudou-o a se limpar.
_Quando vai quebrar seu recorde de maior tempo limpo, Dominic?- questionou a bruxa mais velha, tomando o sobrinho pelos braços e guiando-o para fora do estabelecimento em que se encontravam.
Tratava-se de um botequim em frente ao banco Gringotes e o cenho de Dominic franziu-se ao inalar um peculiar odor característico de suor.
Não se demoraram no recinto. Atravessaram a rua irregular de pedras até alcançarem a entrada grandiosa do banco bruxo inglês.
O retorno às aulas era um detestável vilão: estava lotado.
O olhar de descrença e indignação no rosto dos Lightwood causaria pena e, certamente, um ataque de riso a qualquer observador. No entanto, como era de se esperar, sem ser por um ou outro olhar curioso, ninguém as notou.
Quando finalmente foram atendidos, Dominic sentiu-se obrigado a se conter. Duendes sabiam ser insolentes e desrespeitosos quando assim desejavam.
Requisitaram o saque de quatrocentos galeões da conta da família Lightwood, mais especificamente da conta de Louisa Lightwood. Era um dinheiro que a bruxa tinha guardado para que não se preocupasse com os estudos de Dominic, caso algo viesse a acontecer.
Depois de uma longa- e muito sinuosa- viagem até o cofre e o caminho da volta, Dominic estava ligeiramente atordoado e completamente faminto.
Apoiou-se em sua tia e, levando os galeões necessários para as compras do material, retiraram-se do Banco.

[off]
wake up, you need make money |



Solicitação:
Valores: G$ 400
Aluno: Dominic V. Morgenstern
Casa: Grifinória
avatar
Postagens :
3

Data de inscrição :
03/12/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Saguão de Entrada

Mensagem por Aaron Oakheart em Qui Dez 07, 2017 3:55 pm



Animais Mágicos


Post único, encerrado.
Mantendo em mãos a carta emitida pelo Gringotes que solicitava sua presença para averiguações em seu cofre pessoal, o Oakheart reuniu o útil ao agradável: Precisava depositar seus recentes lucros e também comparecer à verificação.

Enquanto aguardava junto àqueles que não tinham agendado horário para a averiguação, Aaron ocupou-se depositando os mais de dois mil galeões obtidos naquela última hora. Se desse sorte, em uma espécie de corrida inútil contra o tempo, esperava ser chamado antes que o depósito fosse concretizado.

Solicitação - Compras:
Nome do Proprietário : Aaron Oakheart
Loja: Animais Mágicos
Mês de referência: Dezembro
Valores e nomes dos clientes: Matthew Higgins Aodhaigh, 2292 G$
Astrid Lightwood, 438 G$
Solicitação - Salário:
Nome do funcionário: Aaron Oakheart
Cargo: Proprietário
Mês de referência: Dezembro
Post:http://therevivalofhprpg.forumeiros.com/t97-animais-magicos-cia#1247
THANK YOU SECRET!


Última edição por Aaron Oakheart em Qui Dez 07, 2017 4:34 pm, editado 1 vez(es)
avatar
Postagens :
2

Data de inscrição :
08/11/2017

Idade :
46

Localização :
Londres, Inglaterra

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Saguão de Entrada

Mensagem por Joshua B. Buonarroti em Qui Dez 07, 2017 4:28 pm

[



Quidditch


He rocks in the tree tops all day long
Hoppin' and a-boppin' and singing his song
]


As mãos batiam seguidamente no balcão de atendimento. Ele era o próximo, mas o duende estava deliberadamente ignorando-o. A impaciência, no entanto, estava escondida por de trás do sorriso largo do corvino. Ele não tinha grandes compromissos para o dia: Compras no Beco, por favor!. Poderia continuar naquele jogo o dia in-tei-ro.

Lendo sua postura de desafio, o duende abdicou das artimanhas para irritar o adolescente e o atendimento a seguir transcorreu o mais normalmente possível. Assim que a criatura emitiu seu amargurado 'sim', Joshua foi claro em sua solicitação de 400G$ do cofre paterno. Omitiu detalhes desnecessários, o duende não estava interessado em suas compras e tampouco Joshua estava em compartilhar de sua vida íntima. Chave entregue, dinheiro devolvido e Joshua, carregando suas quatrocentas moedinhas douradas, iniciou sua caminhada pelo beco diagonal.

Retirada:
Alunos de Hogwarts G$400
Joshua B. Buonarroti, Corvinal


(Postagem encerrada de Joshua B. Buonarroti)


[Joshua Bennett Buonarroti]
Post #001
Thanks, IT


avatar
Postagens :
4

Data de inscrição :
09/11/2017

Idade :
15

Localização :
Londres, Inglaterra

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Saguão de Entrada

Mensagem por Matthew Higgins Aodhaigh em Dom Dez 17, 2017 7:25 pm



Gringotes


Interação encerrada
Harper, a pequena coruja vermelha de Madagascar planou sobre a imponente construção alva que era o banco Gringotes. Trazia uma carta pequena amarrada à pata, direcionado ao duende responsável pelas transações financeiras do ministério da magia. Solicitava, partindo do juiz supremo Matthew Aodhaigh, a atualização do valor inserido em seu cofre. Contrariando os demais meses, a quantia fixa não seria solicitada para ser guardada nos bolsos do ministerial. Despedia-se com uma saudação formal e a assinatura do juiz.

Solicitação - Salário:
Nome do funcionário: Matthew Higgins Aodhaigh
Cargo: Juiz da Suprema Corte
Mês de referência: Dezembro
Post: http://therevivalofhprpg.forumeiros.com/t145-suprema-corte-bruxa#1401
THANK YOU SECRET!

_________________

©️
avatar
Postagens :
4

Data de inscrição :
26/11/2017

Idade :
51

Localização :
Londres, Inglaterra

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Saguão de Entrada

Mensagem por Savannah M. Baudelaire em Seg Dez 18, 2017 10:12 am

Conhecendo o Gringotes
Compras escolares


Desde do dia em que eu recebera a carta de Hogwarts, na qual afirmara que tinha uma vaga na famosa escola de magia no próximo ano letivo, eu não pensava em outra coisa além de querer ir de uma vez ao Beco Diagonal para fazer minhas compras escolares. E, de fato, isso estava irritando mamãe, que parecia estar estressada a cada minuto que eu mencionava que queria ir logo comprar a minha varinha. -Mas mãe, se não formos logo ao Beco Diagonal, quando formos as ruas vão estar cheias e vai ser um inferno pra sair do Beco! Não é verdade, pai?-Eu tentava insistir com mamãe, tentando negociar irmos naquela manhã para o Beco e olhei para meu pai, pedindo apoio, porque sabia que ele iria me ajudar. Por fim, mamãe cedeu e pediu para que papai me acompanhasse até o Beco Diagonal, para a compra de minha varinha. Isso, eu tinha conseguido! Eu me despedi de mamãe, lhe garantindo que não ia chegar tão tarde em casa, dei um beijinho na bochecha de mamãe e, segurando a mão de papai, eu e papai aparatamos no Beco Diagonal.-Nossa, olha só essas lojas, olha só aquela vassoura! Posso ganhar uma vassoura de presente de aniversário, pai?-Eu perguntava a papai, animada, enquanto andávamos pelas ruas do Beco e, de repente, eu parava na loja da Artigos de Qualidade de Quadribol e admirava a nova vassoura que havia chegado, uma Nimbus 2001. Tudo bem, não era uma Firebolt Golden Edition, mas ainda era uma bonita vassoura. Mas tinha combinado com mamãe que não chegaria tarde,então eu e papai entramos logo no enorme hall de entrada do banco Gringotes. Curiosa, eu olhei todo o ambiente a minha volta, enquanto papai falava com o que parecia ser duendes, para eles trazerem o dinheiro das compras.-Isso que é um duende, pai?Esquisitos, não?-Eu perguntei á meu pai, olhando o duende chamar um colega de trabalho e se afastar. Observei papai entregar o que parecia ser uma chave para esse segundo duende e o mesmo  fora buscar o dinheiro e disse que não demoraria. Dito e feito. Eu e papai esperamos apenas uns dez minutos, então o duende estava de volta, trazendo uma saca de papel pardo com o dinheiro que papai pedira. Eu peguei a sacola com o dinheiro, agradeci ao duende pela ajuda e eu e papai deixamos o banco de Gringotes, para irmos comprar a minha varinha.

(Off)


• Narração • Minhas falasFalas dos outros  • ''Pensamentos''
Thanks, Kika




Retirada:
Valores: G$ 400,
Aluno : Savannah M. Baudelaire
Casa : Sonserina

_________________



Savannah Baudelaire
Sav | Baudelaire Family| 1st year | Slytherin pride

@ Sweet Nighttmare
avatar
Postagens :
2

Data de inscrição :
04/12/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Saguão de Entrada

Mensagem por Robert S. Winchester em Sab Ago 18, 2018 5:56 pm

Gringotes


Caminho lentamente até a primeira loja, devido a um ataque que ocorrera no Beco no dia anterior as ruas se encontravam cheias, tanto de Aurores quanto meros curiosos, isso fora os estudantes atrasados com suas compras. Respiro fundo e caminho em direção a primeira loja, na porta me lembro que teria de passar no Gringotes antes de iniciar minhas compras, para fazer a troca de meu dinheiro por Galeões, bufei e desfiz o caminho que já havia percorrido voltando até o Gringotes.
Assim que entrei passei direto pelo Hall, eu já havia estado ali antes, no passado, então era desnecessário falar com alguma daquelas medíocres e arrogantes criaturas mas do que já seria necessário. Com passos largos eu rapidamente cruzei o saguão, caminhando até o balcão, onde solicitaria os galeões para as compras em Hogwarts. Eu encarava o duende com o mesmo olhar de escárnio que ele me encarava, o desprezo que eu sentia pela criatura era absurdamente alto, respirei fundo, eu preferia muito não ter quer lidar com duendes, mas como para frequentar e usufruir dos estabelecimentos bruxos era necessário os galeões.
O encarei e me coloquei a falar. - Quero fazer uma retirada para as compras em Hogwarts. – o duende me olhou de cima embaixo, revirei os olhos, então ele verificou nos documentos a veracidade do que eu dizia. Acabei por revirar os olhos quando o duende, preguiçosamente, se levantou para ir realizar a retirada. Depois de alguns minutos o duende volta com um saquinho de moedas, peguei o saquinho de moedas e não tardei em sai daquele lugar.

Retirada para as Compras de Hogwarts:

Valores: G$ 400
Aluno: Robert S. Winchester
Casa: Sonserina


(OFF)


Eu - Vendedor - Pensamento
avatar
Postagens :
9

Data de inscrição :
12/04/2018

Localização :
Londres

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Saguão de Entrada

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum