Parceiros
XXXX
0 de 5
Créditos
» Skin obtenido de Captain Knows Best creado por Neeve, gracias a los aportes y tutoriales de Hardrock, Glintz y Asistencia Foroactivo.
» Trama e sistemas desenvolvidos pela Staff do The Revival RPG, única e exclusivamente para este RPG; » Gráficos e modificações na skin feitas por Anwynn. As imagens utilizadas vieram de sites como Google, Pinterest, Pottermore e Tumblr, sem fins lucrativos.
XXXX
0 de 9
XXXX
0 de 33
Últimos assuntos
» Loja de Caldeirões
Sab Out 13, 2018 5:18 pm por Robert S. Winchester

» Animais Mágicos & CIA
Sab Out 13, 2018 5:16 pm por Robert S. Winchester

» Matrícula Escolar
Seg Set 10, 2018 10:58 pm por Aylena Chamberlain

» Mudança de Nome
Sex Set 07, 2018 9:49 am por Björn Skylstad-Asknes

» Registro de Photoplayer
Seg Set 03, 2018 4:03 pm por Cheryl Bou’r Hadderwick

» Promoção de Reabertura!
Dom Set 02, 2018 11:41 pm por Morgan L. Cunninghan

» Teste de templates e assinaturas
Sex Ago 31, 2018 10:17 pm por Octávio Villanova

» Três Vassouras
Sex Ago 31, 2018 10:33 am por Manon A. Sowsfield

» Sala de estar
Qua Ago 29, 2018 10:10 pm por Gallathea C. Sowsfield

» Dúvidas? Criticas? Sugestões?
Dom Ago 26, 2018 6:11 pm por O Herdeiro

Estatísticas
Temos 241 usuários registrados
O último usuário registrado atende pelo nome de Isaac E. Pangborn

Os nossos membros postaram um total de 763 mensagens em 349 assuntos

O Hyde Park.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

O Hyde Park.

Mensagem por O Herdeiro em Seg Nov 20, 2017 3:12 pm




Hyde Park


O Hyde Park é um parque no centro de Londres, Inglaterra. É famoso pela sua esquina do Orador. Junto com o jardim Kensington, que ficam adjacentes, forma uma das maiores áreas verdes da cidade, com 2,5 km² de área. Ele é atravessado pelo lago Sinuoso. O parque possui uma infraestrutura considerável, com restaurantes, cafés, banheiros públicos, um centro de aprendizado sobre natureza e a vida selvagem, além de outras amenidades como passeios em carruagens, pedalinhos para o uso no lago Sinuoso e o aluguel de cadeiras reclináveis. Há também um clube de tênis e um boliche, sem contar com os cavalos disponíveis para o hipismo. A prática de esportes é muito diversificada, indo de jogos de rúgbi até o lançamento de frisbees. O parque também é muito visado para shows de rock.
Copyright ©️ 2017 All Rights Reserved for Mayu Amakura at Lotus Graphics
avatar
Postagens :
368

Data de inscrição :
03/10/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Hyde Park.

Mensagem por Alaska Lightwood em Seg Nov 27, 2017 2:06 pm

Havana oh na na!

A música corria por todas suas células, seu coração seguindo o ritmo da batida e o cérebro estava vazio, concentrando-se apenas em processar a emoção que vinha dos pequenos círculos eletrônicos presos a suas orelhas, sem fio. A alternativa trouxa servira para ajudá-la em sua corrida matinal, mas agora era difícil encontrá-la sem os pontos azul-marinho enfeitando as laterais da cabeça.

“Half of my heart is in Havana, ooh na na”
cantou, virando abruptamente o rosto para ambos os lados em sequência, a expressão exalando sedução. Alaska parecia não notar que havia abandonado a segurança do seu quarto e agora dançava em público, em pleno Hyde Park onde fora em busca de um pouco de concentração para poder estudar para sua graduação.

“I knew it when I met him, I loved him when I left him” deu prosseguimento a canção, agora além da expressão, o quadril acompanhava o ritmo magnético da canção trouxa. “Got me feelin' like ooh, ooh, ooh oh oh!” A Lightwood ali sentia-se plena, em seu próprio elemento. Foi quando abriu os olhos e as esferas azuis se depararam com o público inesperado.

Sorriu, desavergonhada, embora um rubor ameaçasse alcançar as bochechas sem maquiagem. “Havana, ooh na na” finalizou em um murmúrio, erguendo o indicador e o polegar direito para beliscar a lateral de seu queixo, um sinal de nervosismo. Mas isso nunca havia a contido antes, não é mesmo?

Ignorando os olhares que ainda a acompanhavam - louca, descabelada, a bolsa-carteiro batendo no quadril oculto por um jeans largo preso por um cinto marrom. - Alaska jogou os cabelos para trás e seguiu na busca de um lugar tranquilo para estudar, enquanto a próxima música já começava na playlist aleatória do mínimo objeto trouxa.

"Você que inventou a tristeza, ora, tenha a fineza de desinventar"


_________________


avatar
Postagens :
11

Data de inscrição :
13/11/2017

Idade :
19

Localização :
Londres, Inglaterra

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Hyde Park.

Mensagem por Murïel Bauer Aodhaigh em Seg Nov 27, 2017 3:12 pm

i'm on the edge
Hyde Park talvez o melhor parque de toda Londres, era movimentado, sim, eu atraia olhares, sim. Mas mesmo assim, era tranquilo e o som da natureza me deixava feliz. A vista era ótima, e eu estava procurando pelo melhor lugar para me sentar. 


Vejo um amontoado de pessoas ao redor de alguém dançando e me aproximo, a garota dançava muito bem, e nossa, que garota linda. Ela fica tímida quando percebe os olhares, mas lanço-a um sorriso encantador com a apresentação, resistindo a vontade de bater palmas. 


- Wow... Se não fosse trouxa... - Falo baixinho em um suspiro, as pessoas me olhavam estranhando a palavra usada, logo começo a segui-la pelo parque, ela era engraçada enquanto dançava alegremente, me fazia querer conversar com ela. 


Quando finalmente a garota para e se senta começando a estudar, mordo o meu lábio inferior e encontro ali a minha chance de me aproximar. Eu me sentia uma doida fazendo tal coisa, mas ainda sim, era uma ação totalmente válida conversar. 


Parada na frente da garota tento chamar sua atenção ao acenar com a mão direita para ela, meu cabelo loiro caía sobre meus ombros revelados pela blusa de ombro caído na cor branca. Dando uma impressão de ingenuidade e beleza. - Oi! Posso me sentar? - Mordo o lábio inferior hesitante em me sentar ao lado da garota muito bonita. 

@


[Postagens trancadas entre Coraline Hölms Petrovich e Alaska Lightwood]

_________________

— the corner of my memory,
A brown piano settled on one side; In the corner of my childhood house, A brown piano settled on one side; I remember that moment, Way taller than my height, The brown piano that guided me; I looked up to you, I yearned for you When I touched you with my small finger; I feel so nice, I feel so nice; 
first love.
avatar
Postagens :
11

Data de inscrição :
23/11/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Hyde Park.

Mensagem por Alaska Lightwood em Seg Nov 27, 2017 5:47 pm

Havana oh na na!

Enfim achando um canto tranquilo o suficiente, a cantarolante Lightwood senta-se na grama, as costas acompanhando a curvatura da árvore qual se recosta. A bolsa carteiro imediatamente vai para o colo da universitária, que começa uma discreta busca pelo primeiro volume de Padrões de Manipulação da Grande Imprensa. A bolsa, magicamente expansível, dificulta um pouco o achado, mas depois de retirar um par de óculos escuros (perdido a duas semanas!) e uma boina camuflada, o livro enfim é revelado para a humanidade.

Alaska abre o livro ensaístico, ignorando a voz animada Ricky Martin oferecendo besos e, ao surgir a desconhecida em sua frente, ergue o olhar do livro curiosa. "Oi?" cumprimenta, em uma espécie de pergunta enquanto, com a mão direita, retira ambos os fones bluetooth, guardando-os no bolso frontal da camiseta. Meio confusa – e este fato sendo óbvio pelos olhos hesitantes – a estudante acena afirmativamente. "Claro. Pode sentar." afirma, sorrindo brevemente em resposta.

O objetivo inicial de estudar vai pelos ares conforme a morena fecha o livro, mantendo o indicador esquerdo marcando a página. "Sou Alaska." apresenta-se, deslizando o olhar pela aparência naturalmente ordeira e bonita da outra, encantadora. "E você?" continua, após um delay breve ao ver-se demorando o olhar sobre a desconhecida.

Interação restrita entre Coraline Hölms Petrovich e Alaska Lightwood


_________________


avatar
Postagens :
11

Data de inscrição :
13/11/2017

Idade :
19

Localização :
Londres, Inglaterra

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Hyde Park.

Mensagem por Murïel Bauer Aodhaigh em Seg Nov 27, 2017 10:46 pm

i'm on the edge
Me sento de frente com a morena, percebia somente então o quão azuis eram os olhos dela, eu não me importava de sujar os shorts jeans na grama, afinal, poderiam facilmente ser lavados com magia.


Alaska. Aquele era o nome da garota, um belo nome, mas me lembrava o frio. Um sorriso mantem-se delineando meus lábios. - Me chamo Murïel. Mas pode me chamar de Coraline. - Murïel era meu primeiro nome, os nomes dos meus irmãos começavam todos com a letra M também, mas o segundo nome variava de um para outro. 


- Estava estudando? Estou te atrapalhando? - Eu sabia que a resposta da primeira pergunta era afirmativa, e Mérlin, eu estava fazendo algo muito errado em atrapalhar a garota em momento de estudos. Meus olhos seguiam para o livro e consigo ler sobre o assunto tratado, algo relacionado com imprensas, interessante. 


- O que você estuda? - Pergunto passando a mão direita pelos fios loiros e então segurando o peso do meu corpo com a mão esquerda no chão, olhando curiosamente a garota, mantendo contato visual, eu era fã de contatos visuais. 

@


[Postagens trancadas entre Coraline Hölms Petrovich e Alaska Lightwood]

_________________

— the corner of my memory,
A brown piano settled on one side; In the corner of my childhood house, A brown piano settled on one side; I remember that moment, Way taller than my height, The brown piano that guided me; I looked up to you, I yearned for you When I touched you with my small finger; I feel so nice, I feel so nice; 
first love.
avatar
Postagens :
11

Data de inscrição :
23/11/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Hyde Park.

Mensagem por Alaska Lightwood em Ter Nov 28, 2017 11:42 am

Havana oh na na!

A menção de um sorriso se formou nos lábios da Lightwood. Era inusitado, no mínimo, alguém se apresentar como Muriel e solicitar tratamento como Coraline. Trouxas tinham lá suas peculiaridades. “Melhor, vou te chamar de Cora.” garante, sorrindo atrevida por baixo do nariz arrebitado. Se estavam cada uma fazendo suas regras, pra que ater-se a nomes? Com a mão direita, Alaska corre a mão pelo cabelo, jogando-o para trás. “Queria estar, mas não se preocupe. Eu provavelmente iria tirar um cochilo depois de cinco páginas, então melhor que você está por aqui.” admite, risonha.

Finalmente largando o livro, Alaska estica ambas as mãos, prendendo os joelhos juntos, fazendo-se mais confortável na grama irregular. “Eu faço Comunicação.” responde, retribuindo o contato visual com leveza. Aliás, essa característica tão rara em Alaska. Sempre bruta, falando mais do que a boca, cujos cabelos não viam um pente e os lábios, um batom há mais de semanas. “Quero ser repórter.” adiciona, prosseguindo a seguir: “De preferência de viagens, mas isso é mais para o futuro, por enquanto ‘tô feliz se conseguir garantir o diploma.” brinca. Notando-a mais velha, embora nenhuma diferença chocante  (julgava), ergue a sobrancelha direita e questiona: “E você? Já passou dessa fase?”

Interação restrita entre Coraline Hölms Petrovich e Alaska Lightwood


_________________


avatar
Postagens :
11

Data de inscrição :
13/11/2017

Idade :
19

Localização :
Londres, Inglaterra

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Hyde Park.

Mensagem por Murïel Bauer Aodhaigh em Ter Nov 28, 2017 12:30 pm

i'm on the edge
- Cora sem dúvidas é melhor, meus irmãos me chamam assim sempre. - Uma risada ressoa dos meus lábios enquanto o vento bate em meu rosto e me traz uma sensação de bem estar. Umideço os lábios com a língua ao ouvi-la falar sobre o curso que fazia. Eu tinha recordações do meu tempo de faculdade, eram bons tempos, talvez a época que mais aproveitei a vida. 

- Uh, você notou que eu sou bem velha, não é. - Novamente um sorriso brincalhão toma conta dos meus lábios e expõe os dentes brancos e bem cuidados. - Sim, eu sou professora, dou aulas em uma escola bem... Longe, não é muito conhecida pelos trouxas. Comecei a lecionar a pouco tempo. - Minha voz vai sumindo conforme eu terminava a frase.

Por mais que eu quisesse falar sobre a minha profissão para a garota, algo me dizia que arrumaria encrenca se falasse qual era a matéria que eu dava aula, especialmente depois de sem querer algo que não deveria, era oficial, eu fazia muito isso. 

- Pretende trabalhar onde depois que se formar? - Pergunto tentando tirar o foco de cima de mim, e passando para a garota rapidamente. Meus olhos focam nos dela, mal reparando na falta de cuidado com o cabelo, que aliás, era muito bonito mesmo assim. 

@


[Postagens trancadas entre Coraline Hölms Petrovich e Alaska Lightwood]

_________________

— the corner of my memory,
A brown piano settled on one side; In the corner of my childhood house, A brown piano settled on one side; I remember that moment, Way taller than my height, The brown piano that guided me; I looked up to you, I yearned for you When I touched you with my small finger; I feel so nice, I feel so nice; 
first love.
avatar
Postagens :
11

Data de inscrição :
23/11/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Hyde Park.

Mensagem por Alaska Lightwood em Ter Nov 28, 2017 1:15 pm

Havana oh na na!

Com o deslize da docente, Alaska jogou a cabeça para trás, iniciando um misto de gargalhada e gemidos de dor, visto que no ato havia esmagado seu crânio sobre a árvore centenária. "Ouch." choramingou, massageando a região dolorida. "Não, não. Tá tudo bem, é pra aprender a não ser desligada." caçoou e, escovando os olhos para sumir com quaisquer resquícios de lágrima, Alaska retomou o contato visual com a mais velha. "É que você me chamou de trouxa." Explicou, diante do olhar interrogativo misto com a preocupação na íris alheia. "Você não poderia estar mais errada.' afirmou, deixando no ar o mistério da ambiguidade da frase.

"Pretendo trabalhar em um jornal bem grande aqui da região." respondeu, o sorriso largo, brincalhão, agora que tinha quase certeza que a outra também era bruxa, mas não querendo se entregar a realidade. "É parecido com o The Guardian." adicionou. "E você nem parece tãaaao mais velha assim." afirmou, alongando as vogais. "É que bem, eu te daria uns... vinte e três? No máximo?" chuta, sorrindo. "Não sou uma senhora, mas também não sou tão bebê assim, quantos anos tu pensa que eu tenho?"

Interação restrita entre Coraline Hölms Petrovich e Alaska Lightwood


_________________


avatar
Postagens :
11

Data de inscrição :
13/11/2017

Idade :
19

Localização :
Londres, Inglaterra

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Hyde Park.

Mensagem por Murïel Bauer Aodhaigh em Ter Nov 28, 2017 1:37 pm

i'm on the edge
Vejo a morena bater a cabeça na árvore com força, parecia ter doído bastante, o que me faz me ajoelhar a grama e ajudá-la, esfregando o local batido esperando que aquilo ajudasse na dor. - Desculpa, não queria te ofender. - Percebo o tom de duplicidade na voz da garota ao ouvir que eu estava errada. 

Meu olhar toma um ar um pouco misterioso e desconfiado ao olhá-la fixamente e voltar a me sentar da forma que me sentava antes. Ouço os planos de futuro que a garota tinha e então dou risada ao chute sobre minha idade, ela tinha errado por dois anos, quem me dera ainda ter vinte e três. 

- Muito obrigada pelos anos a menos que você me deu. E Hm, eu chutaria que você tem dezessete. Não parece que faz muito tempo que saiu da escola. - Meus olhos se estreitam analisando-a melhor, definitivamente não aparentava mais nem menos de dezessete anos. - Definitivamente dezessete. - Meus lábios se abrem em um sorriso novamente. 

- O Profeta? - Pergunto baixo ao me referir ao jornal que ela almejava trabalhar, e então, antes que ela pudesse responder, apenas jogando a dica no ar, me levanto novamente sobre os meus joelho e examino a cabeça da garota. - Está bem mesmo? - Pergunto conferindo se não tinha nada de sangue manchando o cabelo da garota. 

@


[Postagens trancadas entre Coraline Hölms Petrovich e Alaska Lightwood]

_________________

— the corner of my memory,
A brown piano settled on one side; In the corner of my childhood house, A brown piano settled on one side; I remember that moment, Way taller than my height, The brown piano that guided me; I looked up to you, I yearned for you When I touched you with my small finger; I feel so nice, I feel so nice; 
first love.
avatar
Postagens :
11

Data de inscrição :
23/11/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Hyde Park.

Mensagem por Alaska Lightwood em Ter Nov 28, 2017 2:25 pm

Havana oh na na!

Alaska espanou a preocupação a distância, o máximo que poderia resultar daquele choque seria um galo sensível na manhã seguinte. A descontração que havia guiado a conversa ali até o momento deu as vezes à desconfiança. Seria os parentes, pregando-lhe alguma peça? Não seria a primeira vez. Bruxo nenhum se entregava tão fácil. "Não, conheço esse jornal, mas certamente vou tentar uma vaga." mentiu, mas embora não houvesse indícios de falsidade em sua fala, ela estava óbvia em seu rosto. A Lightwood nunca soube disfarçar emoções e os olhos semicerrados, contraídos, davam todos os indícios mesmo para uma estranha entender seu súbito retraimento.

"Enfim..." murmurou, juntando a boina e os óculos espalhados na grama e ocultando-os novamente na bolsa "Acho que vou para casa, realmente preciso estudar." explicou, fazendo as vezes de despedida. Londres, daquele tamanho e ela chocar-se com uma bruxa? Era coincidência demais.

Interação restrita entre Coraline Hölms Petrovich e Alaska Lightwood


_________________


avatar
Postagens :
11

Data de inscrição :
13/11/2017

Idade :
19

Localização :
Londres, Inglaterra

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Hyde Park.

Mensagem por Murïel Bauer Aodhaigh em Qua Nov 29, 2017 12:03 pm

i'm on the edge
Recuo um pouco com a frase da garota, eu sem dúvidas tinha falado muito mais do que eu deveria. Nem ao menos pensei se a garota era mesmo bruxa, mas a aparência dela não me enganava, não era do estilo trouxa. - Me desculpe eu... - Começo a falar mas logo sou interrompida pela notícia apressada de que ela deveria ir embora e estudar. 

Vejo-a se apressar em recolher suas coisas do chão e começar a se levantar, pronta para sair. Ótimo, eu parecia uma stalker agora. "Murïel idiota." Penso com raiva de mim mesma. Pisei feio na bola. Quando a garota ameaça se levantar a seguro pela mão. 

- Hey, espera. - Falo mudando completamente a minha expressão de alguém animada e feliz para uma seriedade única e meu olhar agora era baixo e inseguro totalmente o oposto do que aconteceu antes. - Eu... Esqueça sobre aquele jornal que citei. Não é um jornal real, muito menos conhecido, eu realmente inventei o nome, queria apenas demonstrar interesse no que você planeja fazer.

Mentiras, desta vez não estava omitindo nada, mas sim, mentindo. Se a garota fosse trouxa eu saberia, caso contrário também descobriria naquele momento. Respiro fundo e finalmente deixo a mão quente da garota se soltar da minha fria. - Posso pelo menos te pagar um café antes de você ir? - Falo por fim, dando um breve sorriso voltando a olhá-la nos olhos, esperando com todas as forças que a garota ficasse mais tempo.

@


[Postagens trancadas entre Murïel Bauer Aodhaigh e Alaska Lightwood]

_________________

— the corner of my memory,
A brown piano settled on one side; In the corner of my childhood house, A brown piano settled on one side; I remember that moment, Way taller than my height, The brown piano that guided me; I looked up to you, I yearned for you When I touched you with my small finger; I feel so nice, I feel so nice; 
first love.
avatar
Postagens :
11

Data de inscrição :
23/11/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Hyde Park.

Mensagem por Alaska Lightwood em Qua Nov 29, 2017 8:32 pm

Havana oh na na!

A dúvida exposta nas íris azuis da Lightwood entregavam sua indecisão. Deixou a bolsa pender, tão leve em sua mão que arrastava as fitas ocre no chão. Ergueu a mão oposta, mordiscando a parte macia do polegar. Ela não parecia má. Bruxa, inegável, inusitada, impossível não reparar, mas má? Não. Os olhos que fitavam-na atentamente não lhe provocavam medo algum – apreensão, talvez.

Tombou a cabeça suavemente para a direita, medindo a docente de cima abaixo. "Está certo." concordou, enfim, rendendo-se ao sorriso breve de Coraline. "Eu conheço um Starbuck aqui perto. " decide, já recolhendo a bolsa "Podemos ir, eu iria passar lá de qualquer modo." acrescentou, fingindo que pouco se preocupava com a companhia ou não. Nem pensar que iria se entregar, fácil assim.

Pendurou a bolsa-carteiro no ombro, alisou o cabeço, as mãos envolvendo o futuro-galo em uma carícia sensível e deu dois passos para frente, adiantando-se de volta para o caminho que cruzaram até ali. "Aliás, eu sou Alaska Lightwood." segredou, deixando um sorriso brincalhão transparecer na face. O famoso sobrenome que compartilhava tanto com a diretora de Hogwarts tanto com a medibruxa responsável pelo Saint Mungus era a maior prova necessária para convencer qualquer um que Alaska era sim uma feiticeira.

Interação encerrada entre Murïel Bauer Aodhaigh e Alaska Lightwood


_________________


avatar
Postagens :
11

Data de inscrição :
13/11/2017

Idade :
19

Localização :
Londres, Inglaterra

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Hyde Park.

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum